Semeando Esperança


21/11/2011 – Raízes de Vida
21/11/2011, 12:02 am
Filed under: Semanal

A Bíblia faz diversas analogias para exemplificar a vida humana. Somos barro nas mãos do oleiro, nação escolhida, uma casa, erva do campo, coisa vã, coroa da criação e assim por diante. Uma das analogias que mais é usada é a de comparar o homem com uma árvore, portanto resolvi escrever algo neste sentido. Como base para a reflexão, vamos usar a passagem de Jeremias 17:8:

“Serão como a árvore plantada junto às águas, que estende suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão, não se afadiga, nem deixa de dar fruto.”

Deste versículo podemos tirar três características que o homem deve ter para que seja como a árvore:

1) Raízes estendidas para o ribeiro

Criar raízes é o primeiro passo necessário para que nos tornemos árvores. As raízes não apenas dão firmeza e fixam a árvore na terra, mas são responsáveis por tirar nutrientes da terra para sintetizar o alimento. Para o cristão, a raiz é a comunhão com Deus, pois é realizada de forma “oculta” aos olhos (Mateus 6:5) e é o que nos dá força e sustento. O alimento que é retirado do solo vem da própria terra e da água que permeia o solo. Para o homem, o alimento é a palavra e os ensinamentos de Deus, que só serão compreendidos e postos em prática se a nossa ligação com Deus estiver fortalecida. Outro fator importante mencionado é o que as raízes são estendidas em direção aos ribeiros. A existência de uma fonte de água por perto é importante para que a árvore permaneça viva. Para o homem, o rio que flui é proveniente de Deus, o rio de águas vivas.

Estender nossas raízes em direção às águas de Deus é traço de um homem precavido, pois busca obter sempre alimento e crescimento. Em Provérbios 12:27 está escrito que “ser diligente é um bem precioso para o homem”. Esta diligência é primordial para que as duas características seguintes sejam obtidas.

2) Não receia o calor, as folhas permanecem verdes / No ano da sequidão, não se afadiga

A segunda parte do versículo diz sobre manter as folhas verdes e não se afadigar. A presença de folhas verdes é o sinal de saúde e vida. Quanto mais verde e frondosa a copa de uma árvore, mais forte e cheia de vida ela é. Durante a vida enfrentamos diversas condições adversas – o “clima” por muitas vezes acaba se tornando quente e seco, podendo gerar desânimo e cansaço. Traçando um paralelo, seria como se as nossas folhas se tornassem secas e caíssem. Todavia, aqueles que se firmam em Deus, mesmo quando se deparam com problemas, mantém-se firmes e não se cansam (Isaías 40:31) pois entregam suas preocupações para Deus (I Pedro 5:17) e estão arraigados em uma fonte de vida que não se esgota.

Percebe-se tanto nesta característica, como na seguinte, um traço que deve ser formado na pessoa que deseja crescer – a constância.

3) Não deixa de dar fruto

Em diversas passagens bíblicas, a necessidade de darmos frutos é mencionada. O fruto da árvore é aquilo que ela produz e oferece para o mundo, após ter crescido e recebido o alimento. Vemos em Mateus 12:33 que “pelo fruto se conhece a árvore”. Da mesma forma que a boca fala daquilo que o coração está cheio (Mateus 12:34), a árvore gera frutos com base naquilo que absorve e tem dentro de si. Esta característica é decisiva não apenas para quem deseja ser um bom cristão, mas para quem deseja ser um bom ser humano. De nada adianta absorvermos coisas boas e palavras de vida, se elas ficam encerradas dentro de nós. Temos que gerar frutos e fazer com que isto gere novas vidas.

Talvez você esteja em uma situação em que diga que não há mais como voltar a crescer e dar frutos. Que com as diversas circunstâncias da vida, as raízes foram crescendo para longe das águas e aos poucos foram morrendo. Que não há mais folhas verdes sendo geradas e que a sua força foi cortada. Quero te lembrar que em Deus, nós sempre podemos voltar a crescer e dar frutos, pois “há esperança para árvore que, mesmo cortada, se renovará” (Jó 14:7).

Diante do Trono – Cheiro das águas


Leave a Comment so far
Leave a comment



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: