Semeando Esperança


28/07/2010 – Palavras e Ações
28/07/2010, 4:53 pm
Filed under: Semanal

No primeiro texto dessa série de mensagens, havia comentado um pouco sobre como ser cristão é viver e agir como Cristo. Isso traz a tona uma outra questão: qual o papel da Bíblia nessa história? A Bíblia é a palavra de Deus e deve ser conhecida por todos aqueles que querem ter uma vida melhor. Claro que ela é também muitas outras coisas – um manual de vida, uma compilação história, mensagem divina. E, infelizmente, em algumas ocasiões, alguns homens usam seu conhecimento e interpretação da Bíblia como justificativa para seus erros e atos condenáveis. Em Tito 1:12, Paulo diz que muitos “transtornam casas inteiras ensinando o que não convém, por ganância.” Mais triste é que no versículo anterior, Paulo deixa claro que a grande maioria deles são os “da circuncisão”, ou seja, aqueles que se dizem ser parte do povo de Deus, os já cristãos.

Poderia falar sobre escândalos de igrejas ou os ministros que falharam e usaram a igreja (seja evangélica ou católica) para benefício próprio no decorrer da história. Mas isso não seria proveitoso e, além disso, iria contra o que a Bíblia mesmo nos diz, que devemos ocupar nosso tempo com o que edifica a nossa fé. Por isso, resolvi comentar um pouco sobre a experiência vivida ao se deparar com a Bíblia. E a postura que o verdadeiro cristão terá, conforme a própria palavra ao viver isso.

Em primeiro lugar, a soberba. Muitos, ao começarem a conhecer a Bíblia acreditam estar em um patamar superior. Assim como alguns acadêmicos que acreditam que o grau obtido por estudos o tornam alguém melhor que os outros. Já conheci muitos estudiosos da Bíblia que ao invés de divulgar a mensagem ou propagar a palavra, ficam discutindo teorias entre si, tentando arranjar ordens cronológicas e descobrir autores de certos livros. Tanto em I Timóteo 1:4 e em Tito 3:9, Paulo diz que “não devemos entrar em questões loucas, contendas e debates acerca da lei / da Bíblia, porque são coisas inúteis e vãs”. Não que não devemos estudar e conhecer, mas temos que ter claro em nossas mentes que se estamos dando mais foco em estudar, acabamos esquecendo de viver a palavra.

Isto nos leva ao segundo tópico, a ‘rebeldia santa’. Alguns cristãos, jovens principalmente, parecem que por um momento, ao conhecer um pouco da importância da obra de Deus, começam a agir de forma inconsequente. Atuam de qualquer forma, sem pensar no que isso trará para os outros e para a igreja. Ainda dizem que isto é bíblico, porque Paulo escreve em Galatas 1:10 que se buscarmos agradar os homens, não podemos ser servo de Cristo. Não tem nada a ver com o “não me importo com o que os outros pensam de mim” que normalmente ouvimos dos pseudo-rebeldes por aí. A Bíblia é clara em diversas ocasiões em relação a preocupação que o cristão deve ter em dar um bom testemunho para os outros, sem causar escândalo ou discussões. Ser ousado não quer dizer ser desrespeitoso ou inconsequente. Temos que manter sempre em mente o que está escrito em Tiago 1:19 – ser pronto para ouvir e tardio para falar.

Concluindo, o terceiro tópico de certo modo engloba os anteriores, trata-se do fato de ouvir e estudar, mas não cumprir a palavra. Estes são os que possuem conhecimento da Bíblia, são capazes de ficar por horas citando versículos de cor e conhecem detalhes de histórias que a maioria das pessoas sequer ouviram falar. Mas quando é a hora de provar esse conhecimento com atitudes, acabam mostrando a verdade. Como está escrito em Tito 1:16: Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras. Devemos conhecer a Deus e, sim, devemos estudar a palavra dEle, mas mais do que isso, temos que colocá-la em prática. Como Paulo também diz em Tiago 1:22 – Sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes que se enganam com falsos discursos. Aqueles que optam por apenas conhecer, estão fadados a algum momento serem enganados com mentiras que ouvimos. Aqueles que basta aparecer um problema na igreja ou na mídia e já renunciam a Deus. Possuem conhecimento de um adulto, mas ainda agem e reagem como crianças.

Reiterando: Se damos mais ênfase em estudar a Bíblia do que em vivê-la, não entendemos o real objetivo da palavra de Deus.


Leave a Comment so far
Leave a comment



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: