Semeando Esperança


14/07/2010 – O objetivo da obediência
14/07/2010, 11:35 pm
Filed under: Semanal

Ao contrário do que alguns dizem, o objetivo de obedecer a Deus não é se tornar perfeito. Muitas vezes, ouve-se que os que obedecem a Deus fazem isso para se mostrarem mais espirituais, como se isso os tornasse mais santos. E, infelizmente, alguns religiosos acabam agindo desta maneira – acreditando que ao seguir doutrinas e dogmas, podem se colocar em um pedestal de santidade, separando-se dos meros mortais que batalham no dia a dia para se tornarem melhores cristãos. O verdadeiro objetivo de obedecer a Deus está escrito em I Pedro 1:22: “Purificando nossas almas pela obediência, visando o amor fraternal e não fingido”. Ou seja, há sim o propósito de nos tornarmos limpos, mas o objetivo principal da obediência é atingir o amor entre irmãos – fazendo com que nós nos tornemos mais próximos.

Em Marcos 12:30, está escrito que devemos “amar a Deus com todo o coração, força e entendimento”. Além disso, em Mateus 6:33, diz que devemos “buscar primeiramente o reino de Deus”. Colocando Deus em primeiro lugar, não apenas nas nossas palavras mas também em nossas ações, é o primeiro passo para nos aproximarmos de nossos irmãos. Fazendo isso, deixaremos as nossas necessidades pessoais em segundo plano e, por esse motivo, seremos capazes de entendermos um pouco mais do plano de Deus.

A continuação dessa ordenança de Deus está em Lucas 10:27, que diz que devemos “amar o próximo como a si mesmo”. Obedecer a Deus nessa palavra cumpre o objetivo principal que é nos aproximar. Se amarmos as pessoas como amamos a nós mesmos, em nenhum momento iremos agir visando apenas os nossos objetivos de modo egoísta. Além disso, assumiremos a responsabilidade de ajudarmos as pessoas – não apenas nas coisas boas, mas também nas ruins. Como vemos em II Corintios 2:7, nós também somos ordenados a “corrigir com amor para que (as pessoas) não se destruam em tristeza”. Enquanto o religioso ataca os que erram, aquele que obedece a Deus aprende a falar com amor – assim a pessoa aprende e não se sente como alguém que não tem ‘solução’. Importante dizer que, quando aprendemos a obedecer a Deus e amar as pessoas como irmãos, não iremos nos omitir quando há um comportamento nocivo. Há quem diga que não deve falar nada pois tenta assim preservar status ou prestígio com as pessoas – esta pessoa mostra claramente que ama apenas a si mesmo.

Para conseguirmos obedecer a Deus nesse aspecto, temos que lembrar do que Paulo disse em Filipenses 2:3: Considerar os outros superiores. Não se trata de considerar os outros melhores do que nós mesmos como pessoas, mas sim de colocarmos a necessidade das outras pessoas como prioridade. Claro que isso deve ser feito com discernimento e sabedoria, que, como está escrito em Tiago 1:5, basta pedir que Deus nos dá em abundância.

Temos que perder esse estigma de que obedecer a Deus é algo que nos separa dos homens – somos santificados (separados) por Deus quando optamos seguí-lo, mas quanto mais nos aproximamos e obedecemos a Deus, mais enxergamos a importância de atingir o objetivo que Ele estabeleceu quando enviou seu Filho para o mundo – que todos (não apenas os religiosos) possam conhecer o amor de Deus.


Leave a Comment so far
Leave a comment



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: