Semeando Esperança


05/07/2010 – Vivendo com inteligência
05/07/2010, 8:01 pm
Filed under: Semanal

Por muitos anos, em parte catalisada pelo suposto conflito entre fé e ciência, a idéia disseminada é de que os que optam por seguir a Deus devem ser considerados pessoas de inteligência inferior. Além disso, a incapacidade de muitos líderes de tratarem os fiéis com genuína confiança e, ao invés disso, explorarem a fragilidade de compreensão com a imposição de um cabresto de doutrinas e dogmas que na maioria das vezes contradizem os ensinamentos de Cristo, faz com que muitos dos cristãos de hoje se escondam por trás de um estereótipo inevitável de, com o perdão do português claro, “crente burro e pobre”.

Focando um pouco na questão da inteligência, acho válido frisar que desde o início dos tempos, Deus sempre reforçou a importância de termos inteligência. É a falta de inteligência que transforma o amor em obsessão, a fé em fanatismo e o zelo em exagero. Inteligência não se trata de diplomas ou estudo – como vemos em Jó 28:28, “inteligência é apartar-se do mal”. Ainda nesse capítulo, vemos também nos versículos 12 e 13 que “a verdadeira inteligência não se encontra na terra dos viventes.” A inteligência como é percebida pelos homens é aniquilada pela inteligência de Deus, como está escrito em I Corintios 1:19. Temos, portanto, que buscar a inteligência que vem de Deus, a inteligência que faz com que nos afastemos do mal e busquemos a sabedoria no temor de Deus (Jó 28:28). Por três vezes no Salmo 119, a inteligência é citada. No verso 73, o salmista pede inteligência para entender os mandamentos. No verso 125, para entender os testemunhos. E, finalmente no verso 144, o salmista diz “dá-me inteligência e viverei”. Ou seja, para que possamos viver, temos que ter a inteligência para entendermos os mandamentos de Deus (aquilo que Ele nos ordenou) e tambem os Seus testemunhos (aquilo que Ele fez).

Em Provérbios 4:5, Salomão nos relata a “receita” para sermos cristãos verdadeiros: “Adquire a sabedoria, adquire a inteligência e não te esqueças ou te distancies das palavras de Deus”. Ainda em Provérbios 24:3, temos que “com a sabedoria se edifica a casa e com a inteligência, ela se firma”. A importância da inteligência é tamanha que na vida de Davi isso se evidencia. Em I Samuel 18:14-15, a Bíblia mostra que Davi se portava com inteligência em todos os seus caminhos e por isso era temido pelo rei e o Senhor sempre estava com Ele. Essa inteligência se tornar completa quando é provida por Deus. Em Colossenses 2:2-3, vemos que a plenitude da inteligência dada por Deus nos dá a capacidade de conhecer a Cristo e, que nEle, estão todos os tesouros da sabedoria e da ciência.

Para nós, os cristãos de hoje, há um desafio que é o de reverter essa idéia de que o crente deve ser alguém limitado e incapaz de pensar. Na realidade, nós temos em nosso Deus a fonte de toda inteligência e de toda sabedoria. Uma vez li que a sabedoria é a inteligência colocada em prática – muitas vezes somos de certo modos inteligentes e compreendemos a palavra de Deus, mas quando deixamos de agir, não desenvolvemos sabedoria perante Deus. Temer a Deus nos faz aprender a agir com a inteligência de Deus e, com isso, colocamos em xeque a inteligência do homem. Quando Jesus fez sua última oração por nós, como está relatada em João 17, Ele pediu a Deus que nos ensinasse a viver em união, pois Ele sabia que no momento que isso acontecesse, não teria como negar a grandeza de Deus. Do outro lado, a inteligência do homem diz que devemos nos desenvolver e crescer sozinhos.

Quando um cristão se recusa a acolher uma pessoa e compartilhar o amor de Deus, ela está demonstrando falta de inteligência, abraçando muitas vezes com maior compromisso as regras religiosas que foram desenvolvidas por homens ao invés de viver com base naquilo que foi falado por Deus. Se o homem se fiasse nas palavras e inteligência de Deus, não veríamos as inquisições da idade média, as perseguições contra religiões, os roubos nas igrejas ou os chutadores de imagens. O clamor de Deus hoje é para que aprendamos a buscar a Deus e viver de modo inteligente no mundo – como verdadeiros embaixadores do Reino de Deus, diplomatas e sábios, não nos envolvendo ou entregando a disputas e discussões que não levam a nada (Tito 3:9), mas sim nos focando em espalhar as boas novas e o amor de Cristo.


Leave a Comment so far
Leave a comment



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: